Os balanços da semana

Bom dia,

Quando esta semana terminar, ficará um pouco mais claro qual a extensão do dano da pandemia de coronavírus às principais empresas brasileiras: mais de 20 companhas de diferentes setores, de commodities ao setor financeiro, apresentarão seus balanços do segundo trimestre.

Os números mais esperados são os do Itaú Unibanco e Banco do Brasil, da Embraer e das operadoras de saúde SulAmerica e NotreDame Intermédica.

O mercado estará de olho para saber como os bancos estão se preparando para um eventual aumento da inadimplência, o quanto as exportadoras estão se beneficiando da retomada na China e os impactos positivos e negativos do coronavírus para as operadoras de saúde.

Quer ler mais? Vai lá: https://bit.ly/2BVHEgK
Por falar em bancos. Um levantamento feito pelo 6 Minutos nos dados do Banco Central mostra que a pandemia foi a senha para as grandes instituições financeiras privadas do país apertarem o botão de fast foward no processo de encerramento de atividades de agências físicas.

Itaú e Bradesco fecharam, apenas nos primeiros seis meses deste ano, 648 agências no país –no ano passado inteiro, os dois maiores bancos privados fecharam juntos 503 unidades.

Esse movimento de redução do atendimento físico não vai parar por aí, como indicou o presidente do Bradesco, Octavio de Lazari, e deve se intensificar no segundo semestre e também em 2021.

“É aluguel, segurança, funcionários, luz, mobiliário, decoração. Enfim, toda uma manutenção que não é barata. E as agências são como lojas, tem que entrar gente para justificar o custo fixo dela”, aponta Luis Miguel Santacreu, analista de bancos da Austin Rating.

Saiba mais: https://bit.ly/30lojia
Depois de despencar no começo da pandemia, as vendas de produtos de linha branca começaram a se recuperar fortemente em junho. Esse movimento é reflexo, principalmente, de dois fatores: reabertura do comércio de rua e shoppings e efeito do auxílio emergencial sobre o consumo.

Com um dinheiro garantido no bolso, muitos beneficiários conseguiram comprar produtos que faltavam há tempos dentro de casa.

As vendas de fogões e geladeiras, por exemplo, que caíram mais de 40% entre o final de março e início de abril, subiram 45% e 54% entre o início de junho e meados do mês passado.

“Milhares de consumidores que vieram para o online experimentaram uma jornada diferente de compra, seja pelo app, pelo site ou WhatsApp. Esse aprendizado vai mudar a forma como o consumidor toma sua decisão de compra”, afirma Fernando Baialuna, diretor da consultoria GfK.

Entenda melhor esse movimento: https://bit.ly/39RuUUF
Entre no grupo do 6 Minutos e receba direto no WhatsApp as principais notícias do dia: https://6minutos.com.br/whatsapp
O QUE MAIS FOI NOTÍCIA

Em passeio de moto ontem por Brasília, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que manter o auxílio emergencial de R$ 600 “arrebentaria” a economia brasileira e que autorizou o ministro da Economia, Paulo Guedes, a discutir com o Congresso a criação de uma nova CPMF em contrapartida à redução ou extinção de outros impostos.
https://bit.ly/3gl6BRy


Bolsonaro ainda disse que André Brandão, “a princípio”, é o novo comandante do BB. Embora seja mais conhecido pelo trabalho em banco de investimento do que no segmento de varejo, o escolhido de Guedes poderia agilizar a agenda de venda de ativos do banco público, segundo fontes do setor financeiro.
https://bit.ly/2EzlRfB


Após a ameaça de proibição do TikTok pelo presidente Donald Trump, a companhia chinesa ByteDance teria concordado em vender sua participação nas operações americanas do aplicativo em uma tentativa de salvar um acordo com a Casa Branca.
https://bit.ly/3hVMvOf


As fintechs querem ter um papel mais ativo na resposta do governo à crise do coronavírus. Em uma carta pública, a ABFintechs afirmou que as startups do setor financeiros se dispõe a ajudar o governo a abrir contas e auxiliar os grandes bancos ou o BNDES a fazer análises de crédito.
https://bit.ly/2D2HFA6


Depois de fracassar nas negociações com os tripulantes para redução permanente dos salários da categoria, a Latam confirmou que vai demitir “no mínimo” 2,7 mil pilotos, copilotos e comissários. Os cortes vão começar por meio de um processo de demissão voluntária até o dia 4 de agosto.
https://bit.ly/2Psqomx